Tudo o que Você Precisa Saber para vir para os Lençóis Maranhenses

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é reconhecido mundialmente pelas suas belezas naturais. No entanto, ainda tem muitos visitantes que são pegos de surpresa com algumas coisas quando chegam por aqui.

Por isso, a gente deixou algumas dicas logo abaixo para você se preparar antes da sua viagem.

Muitos perguntam qual é a melhor época para viajar para os Lençóis Maranhenses.

E a gente responde: o ano inteiro!

Nossa região passa por uma sazonalidade de chuvas sim, entretanto os passeios e as belezas das lagoas estão sempre aqui!

Durante o ano inteiro é possível explorar o parque e seus arredores, subir nas dunas, mergulhar nas lagoas, apreciar o pôr do sol, curtir uma praia... ah, você não vai querer sair daqui!

Tempo mínimo de permanência

O parque é muito grande e, definitivamente, não dá para visitar tudo em um dia apenas de viagem.

Com dois dias completos aqui, já dá para fazer vários passeios, mas de forma bem corrida. E, vamos combinar: os Lençóis Maranhenses merecem uma viagem tranquila, de vários dias, para realmente desfrutar ao máximo suas paisagens! Por isso, venha sem pressa!

Recomendamos que você tenha quatro dias completos aqui na região para curtir bem os passeios, visitar todas as lagoas, aproveitar um dia de praia e experimentar as aventuras e emoções que só os Lençóis Maranhenses oferecem!

Escolha bem o que vestir

A sensação térmica enquanto você está sobre as dunas é muito alta. É importante escolher bem o que vestir, pois não há local com sombra.

Opte por roupas muito leves e confortável. O mais indicado sempre será roupas de praia, pois você pode molhar a vontade e seca bastante rápido. Chapéus e bonés são muito bem vindos! E, devido aos ventos e lençol freático, as areias não esquentam muito. Então, você pode usar chinelos abertos ou mesmo caminhar descalço entre uma lagoa e outra!

Ah! E não esqueça o protetor solar!

Não esqueça a sua água

No parque durante o trajeto caminhando não tem local para comprar água. Então, você precisa ter a sua garrafa de água sempre junto e na quantidade necessária para suprir pelo menos o tempo de passeio.

O ideal é você calcular quanto tempo tem de passeio e reservar pelo menos 1 litro para cada hora de trajeto.

Celulares e cartões de crédito/débito

A gente sabe como os hábitos estão cada vez mais digitalizados. Aqui no Z-18 temos wifi disponível para nossos hóspedes, mas não é em todos os estabelecimentos da cidade que o sinal é disponível.

Em Atins e Caburé você provavelmente ficará sem sinal e comunicação. Por isso, sempre comunique o seu trajeto do dia para maior segurança.

O mesmo vale para cartão de crédito e débito. Em alguns dos nossos vilarejos os estabelecimentos só recebem pagamento em dinheiro, justamente por não terem sinal de internet – o que impossibilita o uso de máquinas de cartão. Então sempre tenha um dinheiro reservado para comprar água, lanches e fazer suas refeições.

Bancos em Barreirinhas

Nossa cidade não possui banco 24h, ou seja, não têm aqueles caixas eletrônicos que permitem o saque a partir de vários bancos (ATM).

Aqui temos Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco do Nordeste. Se você não for correntista desses bancos ou não conseguir sacar dinheiro neles, é preciso se programar e trazer o dinheiro necessário já da capital São Luís (ou do seu destino anterior).


Agora que você sabe todas as dicas acima, é só se programar que estamos te esperando!

Vem pro Z18